confuso e perdido

Os que sofrem de ansiedade tornam-se inúteis para si mesmos, e quase emprestáveis para os outros.

7/20 (crise/bênção)

 O que fazermos quando nos sentimos perdidos e confusos? A primeira coisa que eu faço, quando me sinto perdido, desnorteado, confuso e desesperado, é parar!…, respirar fundo, as vezes que forem preciso para acalmar o medo (ansiedade), e assumir verbalmente e conscientemente que sou 100% responsável pela minha realidade. Esta atitude leva-me para uma realidade paralela, superior à que me encontrava, e daqui assumo de novo o poder da minha vida. De imediato tudo muda. A certeza e autoconfiança instalam-se, o medo ou ansiedade desaparecem, e entro num novo fluxo de bem-estar.

Hoje estou a escrever na primeira pessoa do singular, porque apesar de já praticar há 20 anos, os princípios da mecânica quântica no quotidiano, e, com estes princípios, estar a viver uma vida maravilhosa que jamais julguei possível, tenho que me manter permanentemente atento como o surfista a cada onda que se aproxima.  

Há muita gente que estranha que eu apesar de praticar 24 horas por dia, 365 dias por ano, ao fim de vinte anos ainda continue a praticar e falar disso.

A verdade é que vida é um constante fluxo do novo. Só existe o novo, nada está estático, tudo é mudança. É como um surfista, por mais anos que pratique, nunca encontra duas ondas iguais.

Pratico há vinte anos, e faço intenção de continuar a praticar enquanto estiver nesta dimensão da realidade, por mais vinte, ou quarenta…, enquanto poder contribuir com algo para este mundo paradisíaco.

Quando me perguntam se ainda me enrolo nas ondas do quotidiano, a minha resposta é – claro que sim… enrolo-me na onda, perco o norte, perdido e confuso. Claro, que rapidamente recupero, porque apesar de me enrolar no acontecimento (onda), não entro em desespero, assumo a responsabilidade e abro-me de imediato para a nova onda que vem a chegar. Porque vida é um fluxo sem parar.

Há quem me tenha dito que os meus artigos são complicados, porque não entendem de quântica. Não há ninguém que não entenda quântica. A física quântica, é a física da espiritualidade, assim como a física newtoniana é a física da matéria. A física Newtoniana com as leis materialistas, desenvolveu uma mecânica materialista, muito útil à humanidade, na sua época. Mas, com o alvorecer em 1927 através do físico teórico Werner Heisenbergem, da 1ª geração tecnológica, com o princípio da incerteza, abriram-se as portas às possibilidades infinitas. Porque, se não há certeza de nada na vida, tudo é possível. Parece confuso, para uma mente materialista, mas se abrires um pouquinho a mente, vais enxergar quanto é simples. De tão simples que é parece complicado.  Complicada é a velha forma de estar na vida, do paradigma newtoniano/cartesiano (materialista dualista).

Porque é que o velho paradigma é mais complicado que o moderno paradigma quântico? É complicado, porque apesar de ilusório é autodestrutivo. Vejamos…, quando geria a minha vida e a minha realidade pela ilusão da matéria (aparência), vivia numa selva, mergulhado numa luta constante. Sempre no conflito da aparência que oscilava entre o bestial e a besta.  O mundo mais parecia um covil de predadores. Onde todos os predadores também eram pagantes. Um mundo de mortos vivos, sacrificando-me atrás do que não queria verdadeiramente…, fazia-o porque era suposto fazer. Como prova dessa luta vil e estéril, criei doenças psicossomáticas horríveis.

Se gerir minha realidade através da moderna mecânica quântica, não há predador nem presa, nem luta pela sobrevivência, não há mau e bom. Enfim; há vida consciente. Há vida em abundância.

Um momento, antes de continuar preciso esclarecer; eu para entrar na realidade que vivo nos últimos 20 anos, foi preciso chegar a um fundo do poço abismal. Tinha sido considerado um herói na guerrilha da vida. E o que restou dessa guerra sem tréguas, foi o meu corpo muito doente, e as células do cérebro destruídas pelas drogas terapêuticas e o álcool. Enfim um caso perdido para a indústria da doença, um vírus para a sociedade e um peso para familiares e amigos. Este era o meu quadro nos últimos anos do milénio passado.

É importante saber que ninguém muda a sua realidade se ainda não estiver cansado dela. Independentemente do sofrimento que esteja a passar no momento. Eu só procurei uma nova vida, porque não suportava mais aquela vida miserável. Uma vida aparentemente perfeita, mas não passava de um excremento banhado a prata.

Com o paradigma quântico, entrar-se na verdadeira vida em abundância é muito simples, e acessível a todos.

Na verdade, o paradigma quântico, não traz nada de novo, tanto o mestre Jesus, como o hinduísmo e Buda, o ensinaram. Só que infelizmente foram deturpados tanto pelas religiões como com o paradigma newtoniano/cartesiano.

Como funciona na realidade? É simplesmente aceitar e transformar cada situação, coisa ou acontecimento em fluxo de bem-estar, a única coisa que vai atrapalhando é o estar cheio de conhecimento.  

Isto não é ficção…, é a minha vida, e a vida todos que vivem na nossa comunidade, e de todos os milhares que por cá passaram, e continuaram a querer vida em abundância.

Em breve todos mudaremos o paradigma e viveremos no paraíso. O mundo já mudou apesar de ainda restarem vestígios do velho mundo.

  Perscrutem só o velho sistema social, político, económico, educativo do mundo? Todas as estruturas, ameaçam ruína, em desmoronamento e nenhuma tem recuperação possível. Desde a educação à economia todos os sistemas durante esta década, passarão pela metamorfose quântica.

Não quero ferir os que estão ainda na guerra do sexo dos anjos, mas nesta década que estamos a entrar, tudo vai mudar.

O velho político que se serve em vez de servir o cidadão, vai dar lugar a uma nova geração de missionários políticos que estão na política para servir. São cidadãos, homens e mulheres conhecedores das leis da mecânica quântica.  

Estamos num programa de 20 textos com o propósito de transformar qualquer crise numa bênção. Hoje escrevi na 1ª pessoa do singular, ao contrário do que é comum escrever na 1ª pessoa do plural. Propositadamente deixei várias ideias incompletas, com isso pretendo que ponhas as tuas questões.

Antes de terminar, quero agradecer a todos que enviaram questões para o meu endereço pessoal de e-mail antonio@solucaoperfeita.com, pela coragem, força e esperança. Coragem para colocarem o seu real problema atual. Força para baixar os braços. E esperança de que com a ajuda da Casa Escola António Shiva® podem transformar a sua crise numa bênção.

Continuo incondicionalmente disponível a aguardar os vossos feedbacks,

António Teixeira Fernandes

Ao subscrever para receber as novidades de António Fernandes, concorda que os seus dados sejam processados conforme indicado na Política de Privacidade e toma conhecimento que pode revogar o seu acesso a qualquer momento.

Pin It on Pinterest