Trevas são ausência de Luz

Trevas são ausência de Luz

Ansiedade é ausência de confiança, a luz que ilumina a vida

Programa de recuperação e mudança de realidade

Muito se fala de ansiedade ou mal-estar generalizado e pouco ou nada se fala do que lança a humanidade para este inferno existencial. Os psiquiatras e psicólogos, chamam-lhe estados patológicos: ansiedade, agorafobia, síndrome de pânico, etc. A verdade é que a indústria que explora esta área e os seus agentes não apresentam soluções para esta calamidade. Homens e mulheres, seniores ou juvenis, de qualquer raça ou credo vivem nesse sofrimento.

Antes de continuar quero avisar que não estou a escrever mais uma vez sobre a ansiedade, eu quero deixar aqui uma luz que te conduza a uma solução. Quero também desde já prevenir que só existe uma solução perfeita para quem está disposto a erradicar a causa deste mal-estar, tão confrangedor. Dirijo-me também a todos que sofrem e não conseguem avistar uma luz no fundo do túnel.

Para melhor poder ajudar vou passar uma das muitas questões postas em relação à ansiedade. Fiquei extremamente comovido com desespero com as pessoas se dirigem à Casa Escola António Shiva na busca de ajuda.  Esta senhora de Portugal com 30 anos deixou esta mensagem:

 “Sofro de ansiedade e tenho crises, em s.o.s tenho de tomar xxxxxx. Quando ando pior tudo está mau, já ando na hipnoterapeuta mas acho que preciso de mais ajuda mas não queria ir para medicamentos outra vez. Gostaria de saber se posso tomar o gaba por tempo indeterminado, se vicia ou como é um aminoácido não afeta a produção dos nossos? Ou seja, quando deixar de tomar o gaba temos na mesma a produção normal do nosso sistema. Aguardo uma resposta. Obrigada

Estamos perante uma senhora responsável que procura uma solução que não lhe traga prejuízos maiores. Mas o problema é que a ansiedade tem origem no paradigma (padrão) com que filtra a sua realidade. O “GABA” ou outro qualquer meio de minimizar a agonia, não faz mudar o padrão com que observa a realidade. Claro que a senhora é responsável e bem informada e sabe que as drogas sedantes receitadas pelos profissionais da doença só devem ser usadas em SOS, para que não sejamos alheados da vida. Quando não se respeita essa exigência (SOS), o seu uso por mais de 3 semanas tem 90% das possibilidades de tornar o seu usuário toxicodependente, além de começar a ver a vida a lhe passar ao lado.

Então como fazer? Em primeiro lugar, aceitar que a ansiedade é um medo sem causa, criado por uma forma não atual de ver a realidade. Depois de aceitar que só a mudança pode mudar a realidade, fica apto para receber ajuda.

Onde e como pedir ajuda? Tanto em Portugal como no Brasil, assim como na Europa e Estados Unidos existem profissionais responsáveis que te conduzem do inferno que te encontras para o bem-estar que mereces ter. Mas só me compete a mim falar da Casa Escola António Shiva especializada há mais de 20 anos na ansiedade que disponibiliza ajuda para todos que queiram abandonar esse sofrimento, escoltando cada utente do lugar que se encontra para o lugar que deseja estar. As soluções gratuitas online e presenciais são vastas aplicadas ao perfil de cada utente. Os programas pagos são 100% personalizados a cada indivíduo e são 100% garantidos, com a devolução total do investimento se o programa não resultar. 

Mas há mais um senão…, a maior parte das pessoas deste mundo que se agarraram a um medo sem objeto ou causa, mergulharam na ansiedade e procuraram ajuda…, e por falta de conhecimento não foram encaminhados para uma mudança de paradigma. Fizeram o melhor que sabiam e podiam sedando os clientes, que rapidamente se tornaram toxicodependentes. Perante essa situação muitas vezes comete-se o erro de desmamar a droga, entrando-se num processo de pescadinha de rabo na boca.

Quando se pode desmamar uma droga? Só se pode desmamar uma droga quando o usuário NÃO está dependente da droga. Quando o usuário é toxicodependente é necessário ser ajudado por especialistas na arte de desintoxicar, para que a libertação da droga seja feita sem danos colaterais.

Seja qual for a situação HÁ SEMPRE UMA SOLUÇÃO, o importante é não adiar e procurar ajuda em instituições especializadas na desintoxicação e mudança de paradigma.

Todos os outros profissionais por mais responsáveis e competentes se não conhecerem profundamente como funciona a dependência no organismo e não possuírem experiência na mudança de paradigma, existe a possibilidade de 99% do utente recair.

A ansiedade ou aflição resulta da falta de confiança no processo e fluxo da vida, graças a um paradigma inadequado para as necessidades do indivíduo no cotidiano. 

Não vou me alongar mais, fico incondicionalmente disponível, a aguardar qualquer dúvida.

António Fernandes

Como transformar o “CAOS” em oportunidades

Como transformar o “CAOS” em oportunidades

caos

Assunto “estou sem rumo, vou ser despejada”

É este o assunto de um dos muitos emails que recebo diariamente provenientes dos mais variados cantos do mundo. Esta carta foi-me enviada do Brasil e respondi na hora. Não vou divulgar o conteúdo desesperante de uma mãe solteira com quatro filhos, mergulhada no caos, nem tentar tapar o sol com a peneira com filosofias que nada resolvem. Esta é uma realidade em que estão mergulhadas milhares de famílias de Portugal e Brasil. Sei que não é fácil para alguém mergulhado nos caos ter capacidade para discernir qual o melhor caminho; a opção mais inteligente é aceitar sugestões de quem está a ver a situação como um todo. Este artigo não tem como intenção mostrar uma saída para situações como a desta mãe solteira, mas uma saída transformadora para qualquer tipo de caos.

De nada adianta saber que o caos resulta da resistência à mudança e que a pobreza resulta da ignorância, nem tentar apresentar uma oportunidade de negócio a alguém mergulhado no desespero. Por melhor que seja ele nunca irá funcionar para o desesperado. Em desespero nada funciona! Este artigo é para quem quer resultados, não para quem quer filosofar.

O que quero aqui mostrar é como transformar esse desespero em oportunidades maravilhosas. Sei que pode parecer simples demais, mas também quero garantir que comigo e com todos que tenho acompanhado nos últimos 10 anos tem funcionado a 100%. E enquanto não houver alguém que faça o aqui sugerido (como indicado) e falhe, este método é 100% garantido. Atenção, na próxima palestra (sábado 20/10, podes assistir pessoalmente ou on-line) será mostrado todo o processo de transformação, ilustrado com exemplos e podes tirar qualquer dúvida que te possa ocorrer.

Na verdade, muitos de nós já passaram por momentos de desespero e aparentemente sem saída. Momentos em que somente um milagre poderia transformar aquela situação desesperadora. Mas na verdade nada é o que parece e existe sempre uma solução perfeita e criativa para cada problema. Mas o que quero aqui mostrar é transformar as dificuldades em oportunidades brilhantes. Porque na verdade tudo passa. E não é disso que se trata.

Vou deixar de palavreado e vamos ao que interessa. Quando se está desesperado de nada adianta dizerem-nos que “todo o ser humano tem dentro de si tudo que necessita”. E muito menos julgar a razão que o levou a uma situação degradante.

Não é só o que fazer quando nos encontramos num aparente beco sem saída ou numa situação desesperante; é mais do que isso, é transformar essa realidade numa oportunidade.

Vamos lá então:

– A minha experiência pessoal ensinou-me que dentro de uma infinidade de possibilidades temos sempre duas escolhas: ou continuarmos a fazer como se tem feito, mantendo a situação desesperante, sem saída ou mudar para sair dessa realidade.

Vamos ao como sair…? A saída faz-se em 3 passos simples e 100% eficazes.

Primeiro passo – aceitar e responsabilizar-me integralmente pela realidade em que me encontro. Sem isso não há como saltar do caos.  Na palestra presencial que também podes seguir on line, vou mostrar-te o que acontece se não aceitarmos a realidade em que nos encontramos e nos responsabilizarmos integralmente pela situação que estamos a viver.

Depois de nos responsabilizarmos 100% pela realidade que experimentamos, saímos da situação de vítima e acedemos àquilo que a ciência chama de mundo paralelo e ao que eu chamo mundo da realização.

Segundo passo – manter a certeza e autoconfiança de que a vida nos oferece tudo que o precisamos para nosso bem-estar, sucesso e riqueza.

Com esta certeza e autoconfiança chegamos ao terceiro passo.

Terceiro passo – aceitar e desenvolver (pôr em ação) as oportunidades que a vida oferece no momento.

Com estes três passos, tens em teu poder a fórmula que transforma todos os problemas da vida em oportunidades brilhantes.

Parece simples demais? Será a vida difícil? O que é um problema senão a resistência à simplicidade da vida? Com estes simples passos a ordem retorna. A vida emerge. Tudo fica arrumado no lugar certo.

Como tudo funciona na prática?

Quando parece que a vida está em ruína e sem sentido (um caos) podemos criar a ordem e a calma e tranquilidade a partir da desordem. Só que muitas vezes simplesmente nos esquecemos disso. Temos a tendência para reagir negativamente aos acontecimentos que aparentemente não estavam previstos, renegamos o projeto e o propósito da Criação, criando assim o caos.

Mas no momento em que mudamos nossa consciência, responsabilizando-nos reconhecemos a oportunidade nas nossas dificuldades e quanto maiores forem os obstáculos, mais fascinantes serão as oportunidades que criamos. Nada acontece por acaso. Tudo acontece por um motivo; não existem encontros casuais. A sorte e o azar é filosofia da ignorância.

Assim quando a nossa realidade parece não fazer sentido, podemos sempre afundarmo-nos um pouco mais ou sair para uma nova oportunidade. Temos sempre a liberdade de escolher.

Qualquer dúvida não hesites em colocar. Ou vem à palestra on-line pedir diretamente esclarecimentos e expor a tua opinião. Não reprimas as tuas dúvidas, responsabiliza-te responsabilizando.

António Fernandes

 

Pin It on Pinterest