ATRAIO O QUE IRRADIO

A lei da Atração é a lei mais importante do Universo.

lei-da-atração

A cada momento criamos a realidade que experimentamos e confirmamos que a Lei da Atração é a lei mais importante do Universo.

 

 

 

Então porque será que já foram escritos milhares de livros sobre este tema, realizados filmes campeões de bilheteira, e os resultados aparentemente não correspondem às expectativas?
A resposta é simples: enquanto não nos sentirmos a fazer parte do universo, vimos a lei como algo que funciona fora de nós em vez de dentro de nós.

Vejamos então:

Na verdade, a moderna física quântica vem reformar alguns conceitos que nos impediam de nos sentirmos a fazer parte do todo, e por conseguinte, viver em felicidade.
Espero conseguir de uma forma simples mostrar o porquê de raramente nos sentirmos verdadeiramente satisfeitos, apesar de sermos os únicos criadores da nossa realidade, e muitas vezes, o sentimento de quanto mais tenho mais vazio me encontro.
Se recuarmos um pouco na história universal, reparamos que cada civilização representava o que acreditava sobre o universo. Por essa razão a grande disparidade entre as culturas ocidentais e orientais.Sol e Lua
O sol é o mesmo; a Lua é a mesma; o dia tem a mesma quantidade de horas para todos, mas na verdade as pessoas vivem de forma bem diferentes, porque vêem o universo de forma diferente.
Nós, os Ocidentais, durante os últimos 5000 anos vimos sempre o universo com leis rígidas e agressivas para os humanos. Nascia-se com um determinado destino influenciado por este ou aquele planeta e pouco ou nada se poderia fazer contra a vontade do destino (uma predestinação). Éramos marionetas que viveríamos sujeitos aos movimentos astrais.

A partir desse princípio uns nasciam para governar, outros para ser governados. Uns para Senhores, outros para Escravos. E se queríamos tomar alguma decisão como casar, comprar um cavalo ou atacar o inimigo ter-se-iam de consultar os astros para saber se era ou não favorável tal ação naquele momento.

Esse conceito enquanto predominante criava o mundo próprio dessa mesma crença.
Se recordarmos a idade média, veremos o mundo que reflete essas crenças.

Com a chegada de Newton no final do séc. XVII com a explicação das leis universais, a humanidade foi mudando consoante se foi adaptando o novo conceito de mundo e universo. Assim dá-se a grande revolução industrial, concede-se a alma aos escravos e tiram-se as terras ao povo para que sejam obrigados a deslocarem-se para as grandes cinturas industriais. Incentiva-se a competição e o poder, e desenvolve-se um sistema económico que possa ser a energia para acelerar a fomentada competição. Graças a isso temos carros, casas e infindáveis bens e serviços. Tudo isso é maravilhoso e a meu ver indispensável.

Deprimido

Mas o Ser Humano continua cada vez mais deprimido e ansioso, afundando-se num vazio existencial. Porquê?
Como podemos verificar, o conceito Newtoniano de universo foi se expandindo e originou um fantástico desenvolvimento em todas as áreas.

Este conceito Newtoniano predomina agora no planeta. É um conceito separatista, razão principal para que a Lei da atração não seja bem assimilada. Seria como querer ler um CD num gira discos ou um DVD num Leitor VHS.

Assim a 3ª Lei da mecânica quântica diz que:

“ Atrais o que irradias na mesma frequência e densidade”

Ou seja: Se não queres ter o que tens, irradia o que queres.

 

É Simples e fácil e será natural quando se tiver um conceito Quântico do Universo.
Não há nada de novo a revelar. Tudo já foi revelado.
O problema está em fixarmo-nos na ilusão dos sentidos, permitindo que os desejos do ego guiem as nossas ações.
Convido-te a assistires a Palestra OnLine onde espero mostrar como fazer.

Quarta feira dia 13 de Janeiro

Sabe mais aqui: https://www.facebook.com/events/982234681865387/

 

Pin It on Pinterest